'

Notícia

THE MAG - The weekly magazine by Flash!

Alerta spoiler! Quer saber os 8 segredos dos bastidores da 'Glória'? Então nós contamos...

Se está colado ao ecrã a ver a primeira série portuguesa da Netflix de certeza que já se questionou sobre a veracidade de algumas cenas. Na THE MAG desvendamos-lhe como é que cada pormenor foi pensado, planeado e concretizado. Entre no mundo mágico que faz da realidade ficção... e onde o dinheiro faz milagres!
Carolina Pinto Ferreira
Carolina Pinto Ferreira
18 de novembro de 2021 às 22:49
As fotos inéditas dos bastidores de 'Glória'
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
glória, série, bastidores
'Glória' é a primeira série portuguesa da Netflix e já está a dar que falar em Portugal e no mundo. Dentro de território português, em apenas uma semana destronou o polémico 'Squid Gam'e e ocupou o primeiro lugar do top. No Luxemburgo também já faz parte das 10 séries mais vistas e - nos últimos dados que tivemos acesso - estava em 36º no que diz respeito ao panorama mundial. 

Este 'thriller' de espionagem e ação que tem como cenário o Estado Novo e os anos da Guerra Fria também não dá tréguas: são 10 episódios de suspense e de muitos minutos a tapar os olhos com a manta do sofá com medo do que vem a seguir. Um aviso: não se apaixone por nenhuma personagem porque corre o risco de a ver eliminada da forma mais macabra que possa imaginar. Mas, spoilers à parte, esta semana levantamos o pano sobre o que se passa nos bastidores deste sucesso português. 

A carregar o vídeo ...
Trailer de Glória, a primeira serie portuguesa na Netflix
ALERTA SPOILER! VAMOS AO QUE INTERESSA...

Gostava de ser uma mosca para poder assistir, ao vivo, às gravações de um produto desta dimensão?
Não temos a menor dúvida disso e como estamos aqui para satisfazer a curiosidade dos nossos leitores, descobrimos alguns dos segredos mais bem guardados desta equipa para que chegasse até si o melhor produto possível... e com o máximo de realismo. 

E quer saber quem é que nos ajudou nesta investigação? Afonso Pimentel foi um dos nosso cúmplices. Temos a certeza que, se já viu a série vai querer ir a correr para casa para voltar a ver com mais atenção algumas destas cenas. Se ainda não viu, não vai resistir. 

...
Afonso Pimentel

1. AFINAL, ONDE É QUE SÃO GRAVADAS AS CENAS DA RARET?

O contexto histórico da série é real. A RARET (Rádio Retransmissão) esteve ativa entre os anos de 1951 e 1996 em Glória do Ribatejo e emitia propaganda ocidente para os países do bloco leste. Agora questiona-se: "Afinal onde são gravadas estas cenas?" Nós temos a resposta! 

...
O interior da RARET é gravada no Centro Emissor de Onda Curta, em Pegões
As gravações da RARET dividem-se entre dois locais. "A RARET que é em Glória do Ribatejo, na verdade, em termos de instalações estava bastante degradada e encontrámos o Centro Emissor de Onda Curta, em Pegões, que está desativado. Dividimos as filmagens em dois: o interior foi gravado em Pegões e os exteriores nos edifícios e casas da verdadeira RARET."


2. TODOS OS CARROS TÊM O SEU VERDADEIRO SOM  

Há muito faz de conta... mas não em tudo! E há que haver condições financeiras para que uma série consiga executar tudo ao pormenor, até o que diz respeito ao som de cada carro. "
Houve uma equipa de áudio que teve lá dois dias só a gravar o som de todos os carros que lá estavam para se poder ouvir o som exato de cada viatura", desvenda-nos Afonso Pimentel. 

...
Foram gravados os sons de todos os carros

3. INCÊNDIOS E EXPLOSÕES REAIS 

Não queremos ser spoilers mas, sem desvendarmos grandes detalhes, podemos já revelar que durante a série vai assistir a um incêndio e a uma grande explosão. Aquilo que os seus olhos vão ver é real! "
Há uma cena de uma casa a arder e ardeu mesmo. Rebentou-se com a casa toda. Tinham ficado cenas para gravar naquela casa para serem gravadas depois do incêndio e teve que se arranjar alternativa. A casa que foi incendiada não é a mesma que aparece depois. Agora imaginem: as casas eram contrárias. Eram gémeas mas em espelho e ninguém topa nada", diz-nos o ator. 


4. O MESMO PÔR-DO-SOL... TRÊS DIAS SEGUIDOS

Filmar uma cena pode demorar largas horas e a luz pode ser essencial para o cenário idealizado. Neste caso, a luz perfeita diária dura apenas minutos e há que fazer sacrifícios para obter a gravação ideal. "
Há cenas em que saímos, vamos à bomba de gasolina, depois vamos a Lisboa e são sempre feitas com o sol a bater no horizonte. Isso foi feito em três dias diferentes, em que teve que se apontar para uma hora exata para estarmos a gravar, sem sabermos se ia estar nuvens ou não."

5. A CENA QUE TEVE QUE SER DOBRADA

Apesar de terem uma equipa de som extraordinária, há coisas que não são possíveis e, apesar de não reparar, há uma cena de 7 minutos que teve que ser toda dobrada em estúdio. 

"Em termos de pós-produção de áudio houve muito mais dinheiro do que em outros tipos de produções. A cena de sete minutos da chegada à RARET em que eu falo sem parar e o Miguel responde, foi um pânico de fazer. A cena era segura pelo texto do Gonçalo mas precisava da contracena do Miguel e tínhamos toda uma condição técnica que tinha que funcionar. Havia pelo menos oito coisas que tinham que funcionar bem durante sete minutos para termos aquele take lindo. Apesar de todo o equipamento que tínhamos para o som, chegámos à pós-produção e a cena teve que ser toda dobrada. Só para irmos dobrar aquilo foram duas horas para mim e acredito que tenham sido mais duas horas para o Miguel mais todo o trabalho de pós-produção que se segue. Aí o dinheiro conta porque há tempo para isso."


6. VIVERAM TODOS "NUMA BOLHA"

Foram exatamente 100 dias de gravações para que 'Glória' tivesse concluída. Dias duros numa fase atípica, em que a pandemia estava no pico. Os atores e toda a equipa técnica tiveram que estar isolados do mundo para que tudo corresse às mil maravilhas e não tivessem que parar de gravar devido a algum surto. 

"Em termos humanos o que foi criado ali foi brutal. Era impossível que não nos tivéssemos tornado uma família neste projeto. Estávamos fechados numa bolha. Não podíamos ir a um bar no final do dia, vivíamos juntos. Quando vinha alguém a Lisboa tinha que fazer testes de Covid. Foram 100 dias de rodagem em que estivemos sempre em bolha."

7. OS OBJETOS "ROUBADOS" PELOS ATORES

Os atores principais foram quiseram todos trazer para casa alguma coisa que eternizasse este projeto. Afonso Pimentel levou "um carimbo"; Miguel Nunes ficou com uma "camisola interior". Carolina Amaral quis ficar com uma "vela".

...
Tiago Guedes Glória

8. VEM AÍ A SEGUNDA TEMPORADA  

Já agora fique a saber - e atenção que esta informação já não teve a cumplicidade de nenhum dos atores da série - vem aí a segunda temporada de 'Glória'. Esteve tremida... porque o realizador, Tiago Guedes, chegou a pensar em não aceitar o novo desafio na sequência de um ou outro desacordo. Mas a Netflix insistiu e insistiu... e ultrapassadas as divergência, temos realizador, temos equipa e temos, evidentemente série. Quando? Isso é que já não conseguimos responder. Mas assim que se garanta a qualidade da primeira temporada.


Vai gostar de

você vai gostar de...

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever