Notícia

Drama

Dinheiro não chega para tudo... Viúva Pedro Lima poderá ter de entregar loja com renda milionária

Arrendamento no Chiado torna-se incomportável. Anna Westerlund poderá ter regressar a Cascais
Por João Bénard Garcia | 18 de julho de 2020 às 10:41
Anna Westerlund vai ter que administrar pesados encargos financeiros da família
A morte de Pedro Lima, deixa alegadamente a família do ator com menos dinheiro para poder gastar. Os amigos estão dispostos ajudar em tudo o que for preciso...
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima, Anna Westerlund
Anna Westerlund e Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima com a filha
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima, Anna Westerlund
Anna Westerlund e Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
pedro lima, filha
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Pedro Lima e Anna Westerlund
Um mês depois do suicídio do ator Pedro Lima, de 49 anos, a companheira dos últimos 19 anos e mãe de quatro dos seus cinco filhos, a ceramista Anna Westerlund, vai regressar ao trabalho.

A TV Guia avança que a viúva do artista se refugiou com os filhos no resort Zmar, no sudeste Alentejo, após a tragédia que abalou a família, mas sabe que a ceramista regressa ao trabalho segunda-feira, dia 20, exatamente um mês após o falecimento do ator.

A carregar o vídeo ...

Anna Westerlund tem gerido os negócios à distância via telemóvel e não regressou em presença nem ao atelier em Alcabideche nem à loja Together que arrendou no bairro do Chiado, em Lisboa.

A loja que Anna Westerlund gere no coração da capital tem uma renda de cinco mil euros mensais e poderá encerrar por ser um custo que a ceramista terá dificuldade em suportar sozinha. Segundo fonte próxima da ceramista, "a loja nunca se sustentou sozinha nem pagava as contas da Anna. As coisas não estão nada fáceis e era o salário do Pedro que compunha as contas e aguentava o negócio", adianta, sublinhando que "sem o ordenado do Pedro, o mais certo é que a loja encerre."

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Luna Santos Há 2 semanas

Quer encontrar uma garota por uma noite? Bem-vindo - http://3sex.club

racejay_goog Há 2 semanas

Coitado não havia de andar de cabeça perdida... tinha de andar a sustentar uma lojinha de olaria da treta da mulherzinha numa zona turista da banca... 5000 por mês... mal devia restar pra ir ao Lidl comprar paparoca...

Luna Santos Há 2 semanas

Procurando encontrar uma garota por uma noite? Bem-vindo - http://3sex.club

Anónimo Há 2 semanas

Mais vale ter um atelier pequeno em casa, fazer peças únicas e vendê-las em exposições, galerias de arte e para empresas de renome. No inicio vai custar mas, depois, até vão lutar pela exclusividade das obras.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;