'

Notícia

casas reais

Da felicidade à desilusão: as emoções da final de Wembley vividas na tribuna por William, Kate e George

Os duques de Cambridge estiveram nas bancadas do mítico estádio de Londres e viram a seleção inglesa a sair derrotada nos penáltis no jogo decisivo do Euro 2020.
12 de julho de 2021 às 12:57
A carregar o vídeo ...

A Itália é a nova campeã da Europa, sucedendo a Portugal depois de ter vencido a Inglaterra na sua própria casa, em Wemble, nas grandes penalidades. Na tribuna, como já era expectável, estava presente o príncipe William – que também é presidente da federação inglesa de futebol – junto de Kate Middleton e do príncipe George.

Primeiro vieram os sorrisos, o grito de William e o abraço de George à mãe, quando a seleção inglesa teve um início fulgurante ao inaugurar o marcador ao segundo minuto de jogo e se começava a pensar na festa dos adeptos da casa.

Mas a felicidade no rosto na cara da realeza que esteve presente no mítico estádio de Londres deu lugar à preocupação depois do golo do empate de Bonucci, e, no final do desempate por penáltis, espelhava a tristeza de um povo que, como em todos os torneios nos últimos 55 anos, voltou a não conseguir ver os seus heróis levantar a taça.

Também o ator norte-americano Tom Cruise, que está em Londes a filmar 'Missão Impossível', e o ex-futebolista inglês David Beckham – ele que sabe bem o que é a agonia de uma decisão por grandes penalidades, tendo sido um dos jogadores ingleses que falhou em 2004 na caminhada de Portugal até à final – marcaram presença nas bancadas no apoio à seleção dos Três Leões, tendo ficado junto de nomes como Luís Figo e o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes.

No Twitter, o príncipe William começou por das os parabéns à seleção italiana no Twitter, dizendo-se devastado, mas deixando uma mensagem de confiança aos atletas ingleses: "Chegaram tão longe, mas infelizmente não foi o nosso dia. Podem manter as cabeças erguidas e ficar orgulhosos, sei que há mais por vir."

Já na manhã desta segunda-feira, o duque de Cambridge voltou a usar a rede social para se mostrar indignado com os insultos racistas recebidos pelos jogadores de Inglaterra, nomeadamente Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, que tiveram a infelicidade de não converter as suas grandes penalidades.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever