'

Notícia

casas reais

Rainha Isabel II tem ritual: não passa sem beber vários cocktails por dia. Saiba quantos copos bebe a monarca

A rainha Isabel II herdou da mãe, a rainha mãe, o gosto pelos cocktails, particularmente um em especial.
07 de setembro de 2021 às 13:38
Príncipe Philip, duque de Edimburgo: uma vida ao lado da rainha Isabel II em imagens
O príncipe Philip da Grécia nasceu a 10 de junho de 1921
Príncipe Philip da Grécia numa peça de teatro da escola na Escócia em 1935
Noivado do príncipe Philip e Isabel II, em 1947
O casal logo após o casamento em 1947
Príncipe Philip e Isabel II
 Príncipe Philip numa digressão no mediterrâneo em 1951
Coroação de Isabel II em junho de 1953
Príncipe Philip e Isabel II
 Philip e Isabel II posam com o presidente John F. Kennedy e Jack Kennedy em 1961
O ditador paraguaio Alfredo Stroessner recebe uma medalha do príncipe Philip durante uma visita ao Paraguai em 1963
Príncipe Philip e a Isabel II celebram as bodas de prata na Escócia em 1972
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II posam com o presidente Ramalho Eanes e a mulher, Manuela Eanes em 1985
Príncipe Philip
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip
Príncipe Philip e a rainha Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip
Príncipe Philip e Isabel II
Príncipe Philip
Príncipe Philip e a rainha Isabel II
Príncipe Philip e Isabel II

Mesmo aos 92 anos, a rainha Isabel II não dispensa os seus cocktails diários. Existem rumores no Reino Unido de que a monarca britânica poderá mesmo consumir até quatro cocktails fortes por dia, apesar de esta quantidade ser debatida por um antigo chef da rainha, de acordo com a ‘Marie Claire.’

No entanto, Bryan Kozlowski, autor de um novo livro sobre a rainha, afirma que o consumo de álcool pode ter contribuído para a sua longevidade, ajudando a reduzir o stress e a descomprimir.

O escritor citou ainda um especialista em longevidade que frisou que uma quantidade moderada de álcool poderá efetivamente reduzir a ansiedade e, por conseguinte, aumentar a qualidade da saúde.  

Este é inclusive um hábito que herdou da sua mãe, a rainha mãe, que também apreciava o seu álcool: um antigo funcionário descreveu numa ocasião ao ‘The Daily Mail’ o vasto rol de bebidas que ingeria, desde vinho tinto, martinis e champanhe, mas o destaque vai para o cocktail composto por gin e vinho dubonnet, que, segundo declarações de outro ex-funcionário à 'CNN', é também uma bebida predileta de Isabel II.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever