'

Notícia

THE MAG - The weekly magazine by Flash!

O mistério que envolve Kamala Harris, a vice-presidente do Joe Biden que foi empurrada para canto

Kamala Harris tornou-se a primeira mulher afro-americana a ser eleita vice-presidente dos Estados Unidos. O país e o mundo aplaudiram o feito e depositaram todas as esperanças naquela mulher de sorriso aberto. Hoje, um ano depois, está completamente “apagada” e já se fala numa possível demissão do cargo. A questão que agora se coloca é saber se o seu desaparecimento se deve a franca incompetência para as funções que desempenha ou se terá sido apenas um joguete para ganhar as eleições.
Ana Cristina Esteveira
Ana Cristina Esteveira
18 de novembro de 2021 às 23:11
Passagem de Kamala Harris pela Casa Branca está a desiludir
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris
Kamala Harris

A democrata Kamala Harris foi eleita vice-presidente dos Estados Unidos a 7 de novembro de 2020 [as eleições foram a 3], depois da controversa administração de Donald Trump. Mas, um ano depois, a desilusão impera. O que é feito da mulher que tantas expectativas gerou no seu país e no mundo inteiro? A afro-americana tem cada vez menos visibilidade e as suas aparições públicas são já muito raras.

Esta falta de protagonismo está a levantar a questão nos mais diversos meandros: o que levou a que a vice-presidente de um dos países mais poderosos da atualidade se tenha "evaporado" e seja atualmente uma figura secundária, quando foi ela uma das maiores e melhores "bandeiras" da campanha eleitoral de Joe Biden?

Os rumores sobre uma eventual má relação entre Biden e Harris aumentam a cada novo dia. Muito recentemente a ‘Fox News’ sugeria até que as relações entre presidente e a vice-presidente podem levar a possível substituição. A acontecer, Kamala veria seriamente hipotecadas todas as suas aspirações políticas, em 2024. Uma delas é suceder a Biden no cargo e tornar-se a primeira mulher a ser presidente dos Estados Unidos da América.

A carregar o vídeo ...
Ela ginga!!! Veja os dotes de dançarina da vice-presidente dos EUA Kamala Harris

O programa de debate ‘The Five’ da referida estação de televisão, alega que a Casa Branca tem feito de tudo para disfarçar essa má relação e já desmentiu, inclusivamente os rumores. Jen Psaki, porta-voz do Biden, escreveu no Twitter que Harris é não apenas uma aliada essencial do presidente, como é também "uma líder corajosa que assumiu desafios importantes e fundamentais para o país – desde os direitos de voto e o combate às causas profundas da imigração até a expansão da rede de telecomunicações". E acrescentou: "Há muitos rumores por aí, e eles não refletem a visão do presidente ou nossa experiência com a vice-presidente". No Twitter, também Symone Sanders, assessora de Kamala Harris caracterizou alguns dos artigos na imprensa norte-americana como sendo apenas "rumores" e não se baseiam nos "resultados" obtidos pelo presidente e a vice-presidente". 

Independentemente das tentativas de "braqueamento" da Casa Branca, como alguns detratores lhe chamam, há uma fação de democratas - que se junta aos republicanos - que está convencida de que o Congresso está a preparar um processo de destituição de forma a poder anunciar em breve um novo vice-presidente.

...
kamala harris.jpg

Se quanto a isto não há qualquer certeza, garantido é a baixa popularidade de Kamala. Os números são evidentes e indesmentíveis. A crescente perda de notoriedade está a fazer tremer quem trabalha de perto com a vice-presidente. Uma sondagem da ‘USA Today/Suffolk’ avança que a taxa de aprovação de Harris se situa nos 28% — a percentagem mais baixa que algum vice-presidente dos Estados Unidos da América alguma vez obteve. Uma das razões para esta acentuada queda foi avançada pela CNN. De acordo com esta estação de televisão, várias fontes próximas de Kamala Harris dizem que ela não está a ser adequadamente preparada ou posicionada para o cargo que desempenha e que está a ser constrangida em termos políticos.

As melhores fotos de Kamala Harris e o marido apaixonados
Casados há quase sete anos, os dois não escondem a paixão.
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
 Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff
Kamala Harris e Doug Emhoff

TRAMADA? POR QUEM ?

Ao que parece, e segundo uma reportagem da CNN emitida no passado dia 14, os principais assessores do presidente desistiram de Harris e sua equipa, ou seja, atiram-na para um lugar completamente secundário. Esses assessores não estão na disposição de dar uma oportunidade à vice-presidente, considerando que "não há tempo", especialmente numa altura em que Biden enfrenta um enorme pacote de preocupações políticas e legislativas.

A carregar o vídeo ...
O telefonema de Kamala Harris a Joe Biden assim que soube da eleição do novo presidente norte-americano

Em oposição à postura destes assessores, está a equipa de Kamala, que lamenta a sua falta de visibilidade e se mostra afetada com a falta de oportunidades que estão a ser dadas à vice-presidente: "Ela é uma mensageira maravilhosa. Mas é preciso ser clara, concisa e consistente", disse Donna Brazile, uma consultora próxima de Harris.

A sua pouca visibilidade na administração Biden também não agrada a Kamala. A própria terá já desabafado junto do seu círculo mais próximo que se sente limitada em relação ao que pode fazer politicamente. Em resposta a este desabafo há já quem acredite que a antiga senadora da Califórnia não passou apenas de um grande e bom trunfo eleitoral do atual presidente.

Ela terá sido usada para dar resposta a uma grande fatia do eleitorado que exigia mais diversidade e mais representatividade da sociedade no topo da pirâmide do poder. Com Harris como número 2, Biden conseguiu calar quem queria mais juventude e para quem as questões de género e de raça são essenciais.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever