Notícia

ESCÂNDALO

Contas bloqueadas! Cantora do sucesso 'Chupa no dedo' penhorada nas televisões

A cantora Micaela foi condenada a pagar 20 mil euros pelos crimes de ofensa à honra e bom nome do emigrante Carlos Quaresma e ele acusa-a de andar a fugir. Ela diz que não paga porque não concorda.
Por João Bénard Garcia | 07 de dezembro de 2018 às 21:22
A vida da cantora Micaela em imagens
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela
Micaela

A SIC, a TVI, a RTP e a CMTV receberam notificações judiciais para executar penhoras de créditos a todos os pagamentos que estas televisões fizerem à cantora Micaela, a voz do sucesso musical 'Chupa no Dedo'. As quatro estações foram notificadas de que deverão reter todos os cachés devidos à artista até ao montante de 24.454,49 euros e, na nota de penhora, têm seguido códigos de referência para pagamento em multibanco.

O valor avultado, acrescido de juros, resulta de uma condenação, reconhecida pelo Tribunal da Relação de Lisboa a 11 de agosto de 2017, num processo por difamação em que a cantora provocou, com as suas declarações, "danos na honra, bom nome e consideração do autor", o emigrante Carlos Quaresma, residente há mais de 40 anos na Suécia, a quem chamou publicamente "burlão".

Micaela condenada a pagar após concerto solidário
Micaela deu um concerto solidário em 2012 mas o representante da associação que a convidou acusa-a:
O emigrante na Suécia é o representante, em Portugal, da AGAPE, uma associação solidária que se dedica a ajudar deficientes motores carenciados
A cantora, atualmente com 39 anos de idade, começou a ficar sem trabalho na música e emigrou para o Reino Unido, onde começou a fazer limpezas e a arrumar quartos em hotéis
Carlos Quaresma foi acusado, pela cantora, de ser um
Micaela teve um último momento de estrelato ao participar, em 2012, no programa 'A Tua Cara não me é Estranha', da TVI
José Orlando, manager e companheiro da cantora, garante, em declarações à imprensa, que Micaela vai recorrer da decisão do tribunal
A cantora garante que nunca recebeu qualquer pagamento pelo concerto. Ao saber, pela imprensa, que o Estado estaria a custear parte dos custos pelo transporte da ajuda para os deficientes, chamou
Hoje em dia, Micaela já não vive da música mas não põe de parte reviver o sonho de ser artista popular
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade
Micaela, concerto, condenada, solidariedade, concerto de solidariedade

José Orlando, o agente e actual companheiro da cantora da margem Sul revela à revista 'TV Guia' estar "ao corrente do que se passa" e acrescenta que ele e a namorada têm uma estratégia em relação ao caso: "Não estamos a pagar porque vamos recorrer", disse, sendo que, de acordo com o que a revista confirmou junto de um jurista "neste processo, até pelo valor da indemnização, é impossível recorrer para o Supremo Tribunal. Neste caso não há prazos para rigorosamente nada".

O agente musical José Orlando continua, todavia, a manifestar convicção de que o assunto tem solução. "Éramos para recorrer, mas deixámos passar o prazo na Relação porque andávamos em espectáculos e não fomos a tempo. Agora mudámos de advogado e estamos a recorrer para outra instância", diz, avançando uma das razões da discordância: "vamos tentar reabrir o processo porque há erros gravíssimos na sentença e o nosso advogado está a recorrer", insiste.

EMIGRANTE ACUSA-A DE SER "BURLONA", O NAMORADO DELA DE QUARESMA SER "BURLÃO"

O emigrante Carlos Quaresma, que aguarda a oportunidade de apanhar a cantora Micaela e de lhe cobrar os 20 mil euros de indemnização, acrescidos de juros de mora, garante que "o senhor José Orlando é parvo ou então não sabe que não pode recorrer para lado algum. Mesmo que quisesse ir a algum lado, esgotou o prazo e agora a Micaela só anda a fugir às finanças, à segurança social e aos tribunais".

O companheiro da intérprete de música popular discorda das acusações de Carlos Quaresma e contra-ataca com mesmos argumentos da namorada. "O problema é que este senhor ludibriou meio mundo. A Micaela chamou-lhe burlão na televisão, e com razão, e o senhor pôs-lhe um processo em tribunal que ela ganhou na primeira instância. Só que ele recorreu e venceu. Agora faça o que quiser, não nos prejudica nada. Mande os papéis para quem quiser. Só nos quer massacrar e tem necessidade de aparecer".

O emigrante Carlos Quaresma adianta em exclusivo à FLASH! que o seu advogado, Sérgio Nabais, vai avançar nos tribunais com mais um processo de difamação contra o agente José Orlando.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;