'

Notícia

A FLASH! já está no WhatsApp.
Siga-nos!
Seguir
THE MAG - THE WEEKLY MAGAZINE BY FLASH!

A verdadeira rainha deste Carnaval. Como a musa das novelas Paolla Oliveira transformou ódio em libertação do corpo

Celulite, estrias, linhas de expressão, texturas na pele. O que tudo isso tem a ver com o Carnaval? Vítima durante meses de acusações e ofensas na internet ao assumir as transformações no seu próprio corpo, a rainha Paolla de Oliveira aproveita a época para fazer alertas que de brincadeira nada têm...
Amarílis Borges
Amarílis Borges
08 de fevereiro de 2024 às 22:32
Vai, musa. Paolla Oliveira desiste de filtros e mostra beleza real
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira

Se a atriz Paolla Oliveira tivesse um bloco de Carnaval seria tudo sobre a beleza das curvas do corpo, o fim dos filtros das imagens, a naturalidade da celulite, e a vontade de mexer-se como bem se quer e se entende. A atriz brasileira, de 41 anos, tornou-se símbolo da liberdade do corpo feminino neste Carnaval e está a divulgar uma série nas redes sociais, ‘Carna Paolla’, em que aborda as cobranças feitas às mulheres.

Desde que decidiu assumir em julho do ano passado um perfil mais real, sem a utilização de filtros nas imagens, a atriz tem sofrido uma onda de fortes críticas à sua imagem, por não corresponder ao que tinha... há 20 anos.

"A pressão para a gente ser outra pessoa é o tempo todo, não é? Não tem como a gente não se afastar de quem a gente é de verdade. Eu mesma já deixei de me reconhecer no espelho. Que aflição. Me perder de mim, de quem eu reconhecia, para depois entender que esses padrões não existem, são inalcançáveis. Somos únicas e a gente precisa aprender a se amar, a celebrar quem a gente é", afirmou a atriz quando assumiu o compromisso de mostrar-se mais real aos seus seguidores, e isso significou na altura mostrar as pernas como realmente são, sem cobrir a celulite e as estrias, assim como a textura da pele do rosto e as linhas de expressão.

As reações dos críticos não tardaram, mas ela não ficou calada. Além de ser uma das musas mais conhecidas do Carnaval, onde tem aproveitado para passar uma mensagem de mais liberdade, Paolla deixou de ter um contrato de exclusividade com a Rede Globo em dezembro, após 18 anos na estação. A atriz está então a aproveitar o novo caminho profissional para criar vínculos com marcas que estejam comprometidas em redes sociais mais reais e menos tóxicas. Seja a promover uma cerveja, um creme, um perfume ou um par de ténis, as mensagens de Paolla têm sido sobre tirar as fantasias.

@paollaoliveirareal Pela beleza sem padrões e por um feed menos tóxico, estou com @Dove Brasil no movimento Feed Sem Padrões. Assinei o Contrato Sem Filtros e me comprometi a não usar filtros e nem manipulação nas minhas imagens aqui nas redes sociais e também trabalhos publicitários. Quer tornar as redes um lugar mais saudável? Vem com a gente! No perfil de Dove tem o link de uma petição pra gente assinar e levar essa conversa pro poder público. #FeedSemPadrões #PelaBelezaSemPadrões ? som original - Paolla Oliveira

Mas o grande destaque tem sido a série ‘Carna Paolla’, curta-metragens em que (até ao fecho desta edição semanal da ‘The Mag’) a atriz refletiu sobre a "fofoca" e "a ladeira da beleza". "Alerta fofoca. Vou mandar a real: já que vão fofocar sobre a gente mesmo, bora ligar o f***-se e viver livre de julgamentos", afirmou no primeiro episódio em que compara o comportamento de homens e mulheres. "É vadia toda mulher que se comporta como homem", disse, e que "vai contra a expectativa de recato". O Carnaval é o momento de alívio, defende a atriz e um grupo de amigas no vídeo. "O resto do ano é um problema, para viver como gostaria de viver".

"Ser piranha é: ser tudo aquilo que um homem é! O grito que eu dei", lê-se entre comentários ao vídeo. "Amei! Bora, mulherada. Todas unidas no bloco do f***-se"; "Ela representa a liberdade, a beleza natural de uma mulher livre de padrões e por isso ela é ainda mais linda! F***-se quem pensa diferente!"

O segundo episódio é sobre o conceito de ‘beleza natural’. "Até essa beleza que a gente chama de natural tem tempo para se produzir", afirmou a atriz, acrescentando que demora "40 minutos para sair de casa", com uma imagem ‘natural’. "A pele glow", os "strawberry lips"; os "almond eyes" e a rotina de ‘skincare’, tudo isso exemplos de cobranças para mulheres parecem lindas naturalmente. "Eu sou uma beleza muito natural. Tenho as unhas, os cabelos e cílios [pestanas] postiços", disse a atriz entre risos.

"Sempre que estou sem maquilhagem perguntam se eu estou doente ou se eu chorei", lê-se entre os comentários dos seguidores de Paolla. "Parabéns por essa constante e contundente campanha pela ênfase na nossa beleza natural! Tenho admirado muito o seu trabalho. Dar voz a nós, mulheres, é uma responsabilidade imensa! Você me representa!"; "Amei demais esse vídeo! Você é uma inspiração para todas as mulheres! Passamos gerações sendo massacradas pelo sistema, temos que libertar as meninas e mulheres desse fardo!"; "Deusa da Liberdade. E as recalcadas que lutem".

Agora é esperar para ver o que Paolla Oliveira vai apresentar até ao desfile da escola de samba Grande Rio, onde vai estar à frente da bateria pela sexta vez, a quarta vez consecutiva.

Paolla Oliveira foi perseguida por homem português
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira, Diogo Nogueira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira, Diogo Nogueira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...