'

Notícia

THE MAG - The weekly magazine by Flash!

Virou! Ano das decisões para Cristiano Ronaldo está agora a começar: o futuro na América, a vida em Cascais e o assassinato do "football leaks"

O arquivamento do 'caso Mayorga' baseado na "nulidade" de uma acusação baseada em "papéis roubados" pode por em causa outros processos baseados em documentos tornados públicos a partir da investigação "football leaks". Para CR7, uma nova etapa se abre num fim de carreira nos relvados que Ronaldo se recusa a assumir mas que prepara há muito e que se decide entre a prestação no seu alegado último Mundial, no Qatar, e os investimentos preparados para os Estados Unidos. Sem esquecer Portugal, claro.
Luísa Jeremias
Luísa Jeremias
16 de junho de 2022 às 23:43
A carregar o vídeo ...
Quando, há exatamente uma semana, Cristiano Ronaldo recebeu a notícia de que a juíza Jennifer Dorsey, do tribunal de Las Vegas, havia arquivado o processo de alegada violação, instaurado por Kathryn Mayorga, uma nova página de virou na vida do craque. Certamente CR7 terá respirado fundo e feito contas ao que vinha por aí: poder voltar a viajar para os Estados Unidos e ali fazer os negócios que bem lhe apatecer, limpar a sua imagem pública após as acusações e exposição da sua vida privada e, claro, poupar os 23,6 milhões de euros que Mayorga lhe pedia de indemnização. 

É esta a mulher que acusa Cristiano Ronaldo de violação
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Karhtyn Mayorga, a morena misteriosa com quem Cristiano Ronaldo terá feito sexo não consentido em Las Vegas em 2009.
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
 Kathryn Mayorga
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
 Kathryn Mayorga
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
Kathryn Mayorga, cristiano ronaldo
A nada do que foi decidido CR7 respondeu. Nem ele, nem nenhum membro da sua família. Limitou-se a publicar nas suas redes sociais uma fotografia que não poderia simbolizar melhor o regresso ao "sonho americano", em pleno verão, na qual surge, de blaser sobre o tronco nu, ao lado da mulher Georgina, acompanhada simplesmente com um coração. Pois é: Cristiano "is back and better".

...
Georgina Rodriguez e Cristiano Ronaldo Foto: instagram

Na verdade, a decisão do arquivamento do processo já era previsível desde o ano passado, altura em que o magistrado Daniel Albregts enviou um parecer à juíza defendendo que o advogado de Mayorga "agiu de má-fé em detrimento de seu cliente e da sua profissão". Porquê? O magistrado responde: por "receber e usar os documentos do ‘Football Leaks’ para avançar com o caso". 

É neste ponto que vale a pena recuar no tempo. Em 2017, o jornal alemão Der Spigel publicou uma longa matéria intitulada 'O segredo de Ronaldo' a partir de documentos da investigação 'Football Leaks' - sim, essa mesma que foi tornada pública graças ao hacker português, Rui Pinto. Nessa matéria, entre outros assuntos do foro económico, eram reveladas conversas entre os advogados do jogador, a propósito do caso Mayorga e da época em que a norte-americana aceitou retirar as acusações contra Cristiano Ronaldo e assinar um acordo de confidencialidade em troca da (então irrisória) quantia de 354.644 euros. Estamos a falar em agosto de 2010, um ano depois do "episódio do quarto de hotel em Las Vegas".

Penthouse da alegada violação em Las Vegas custa 4 mil euros por noite. Todas as imagens
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Kathryn foi fotografada ao lado de Cristiano Ronaldo numa discoteca, quando se conheceram
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Kathryn foi fotografada ao lado de Cristiano Ronaldo numa discoteca, quando se conheceram
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
O Hotel Palms, em Las Vegas, onde Cristiano Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga
Kathryn Mayorga
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Kathryn foi fotografada ao lado de Cristiano Ronaldo numa discoteca, quando se conheceram
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Kathryn foi fotografada ao lado de Cristiano Ronaldo numa discoteca, quando se conheceram
A suíte onde Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga, em Las Vegas
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
Ronaldo, cristiano ronaldo, Kathryn Mayorga, las vegas, hotel, penthouse, Palms casino resort, violação, crime
O Hotel Palms, em Las Vegas, onde Cristiano Ronaldo esteve com Kathryn Mayorga
Kathryn Mayorga

Foram agora as conversas sobre o caso, tornadas públicas nos documentos do 'football leaks' que vieram agora à discussão, tendo a juíza, como o magistrado, considerado que os mesmos eram "documentos confidenciais roubados" e justificando assim como inadequada a conduta do advogado de Mayorga, ao usar os mesmos para a defesa da cliente. Ou seja, feitas as contas, o advogado da norte-americana levou uma reprimenda, a juíza considerou que não ficou provado que tivesse havido qualquer coação por parte dos advogados do craque para Mayorga aceitar os tais 300 mil euros em 2010 e sobre a alegada violação no quarto de hotel em Las Vegas - ou melhor, sobre o sexo consentido ou não, o tribunal não se pronunciou. Fim de história, papéis arquivados, seguimos em frente.


#METOO, 'FOOTBALL LEAKS': O FIM DOS MITOS 

Mas acaba mesmo aqui o caso Mayorga? Na teoria, a norte-americana pode recorrer da sentença. Mas com um relatório de um magistrado, uma decisão de uma juíza e uma humilhação pública dos seus advogados, é pouco provável que o faça. Ronaldo sempre negou as acusações que lhe foram feitas, defendendo que o aconteceu entre quatro paredes foi consentido. Chegou a fazer um comunicado no qual considerou a violação um "crime abominável" e reiterando a sua inocência. Agora provada pelos tribunais.

Então o que se segue? E o que implica esta "absolvição" com base nos argumentos expostos? 

Começando a resposta pelo fim, o arquivamento do caso, para Mayorga, é sinónimo de mais um duro golpe na "causa" #metoo. Note-se que a norte-americana entra com o novo processo sobre o craque numa altura em que o movimento #metoo vivia uma época de ouro nos Estados Unidos, com vários casos de assédio sexual e abuso sexual a serem revelados. O mais mediático foram as acusações contra um dos mais famosos produtores de Hollywood,  Harvey Weinstein, relatadas na imprensa de Nova Iorque em 2017 - mesma época em que o caso Mayorga é revelado.

Denúncias sobre denúncias, no escudo deste movimento, foram feitas, nomes poderosos caíram em desgraça. Vozes (inclusivamente femininas, como Catherine Deneuve) manifestaram-se contra a "caça às bruxas" que se viveu nesse período mas só mais tarde, sobretudo com a pandemia, o movimento foi perdendo força. O "fim" do caso Mayorga e a desacreditação do processo é mais golpe contra o #metoo e a denúncia por parte de homens e mulheres de flirts ou sexo não consentido. 

Por outro lado, quando a juíza Jennifer Dorsey considera que os documentos que fazem parte da investigação 'football leaks' não são válidos e, mais, os considera "roubados", abre, inevitavelmente, a discussão em cima de outros processos nos quais os mesmos documentos poderão estar a ser utilizados, sobretudo no âmbito do crime de "colarinho branco". Estaremos, então, perante uma decisão que pode fazer jurisprudência e enfraquecer outras investigações? Essa é uma questão em aberto. 


ABRAM ALAS AO INVESTIDOR RONALDO 

Já houve um tempo, em que Ronaldo namorou muito em Nova Iorque... com Irina Shayk, antes do romance entre ambos ter início, na cidade que nunca dorme. Já houve um tempo em que flirtou com Paris Hilton nas discotecas de Las Vegas - imediatamente antes do "incidente" Mayorga. Houve ainda um tempo em que possuía um apartamento na sumptuosa Trump Tower, em Nova Iorque e sonhava investir naquele país que transformou o já milionário David Beckham num super empresário investidor no futebol, no turismo, imobiliário e sabe-se lá que mais negócios. CR7 chegou a programar o seu futuro com investimentos na Florida, mas com as restrições que lhe limitaram durante anos o acesso aos Estados Unidos, o sonho foi adiado. Sonho que pode agora tornar-se realidade. 

Ronaldo: o vizinho mais famoso de Donald Trump
Um dos quartos do apartamento que Cristiano Ronaldo tem na Trump Tower, segundo a imprensa norte-americana
Uma das salas do apartamento que Cristiano Ronaldo comprou no luxuoso edifício de Trump, segundo a imprensa norte-americana
O corredor do apartamento de Cristiano Ronaldo na Trump Tower, segundo a imprensa norte-americana
Outra das salas do apartamento do craque português na Trump Tower
A fachada do famoso edifício de Donald Trump, em Nova Iorque, a Trump Tower
ronaldo trump tower
Cristiano ronaldo trump tower
Cristiano ronaldo trump tower
trump Tower


O caminho para a América está aberto de novo. Ronaldo pode, incluisivamente, visitar o hotel com o seu nome - Pestana CR7 - que abriu no ano passado em Times Square, Nova Iorque, e onde ainda não conseguiu estar. 

Confira as imagens do novo hotel de CR7 em Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque
Hotel CR7 Nova Iorque

Aliás, cuidar dos negócios e investimentos é algo que não pode deixar para trás este ano que mais parece de recomeçou ou, se calhar, de definição do futuro que é cada vez mais presente. Em novembro joga com a camisola de Portugal o Mundial do Qatar - que, possivelmente, poderá ser o seu último. E é para trazer o troféu para Portugal e para o seu currículo que não tem comparação - mas no qual ainda falta este feito: ganhar um Mundial de futebol. Sobre os próximos tempos no Manchester United (onde afinal não foi feliz) está aparentemente tudo calmo - embora isso possa mudar a qualquer momento dado o desapontamento do craque.

Há quem fale de um possível regresso a Portugal - o maior desejo da mãe Dolores - e para isso tem contribuído a construção a todo o gás de uma mansão "gigante" na Quinta da Marinha, que segundo adiantou esta semana o jornal britânico Daily Mail, já "dobrou" o valor para que ali possam estar garantidas todas as medidas de segurança necessárias para o craque e sua família. 

Ou seja, tudo em aberto para começar a ser fechado, a gosto e de acordo com a vontade de Cristiano: negócios pelo mundo fora (América agora incluída), mudança para Cascais e até quando, onde e até quando continuará a jogar futebol. Que está em forma ninguém duvida, que a seleção precisa dele muito menos. Mas até os super-heróis têm de pensar no futuro e CR7 está a fazê-lo... discretamente.    

 

Vai gostar de

você vai gostar de...

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever