'

Notícia

A FLASH! já está no WhatsApp.
Siga-nos!
Seguir
Casas Reais

Choque no Mónaco! Stefano Casiraghi, marido da princesa Carolina, pode ter sido assassinado

Já era pai de três crianças ainda muito pequenas quando o empresário italiano morreu num acidente de uma prova náutica. Tinha apenas 30 anos e deixou a mulher completamente inconsolável.
11 de outubro de 2023 às 13:31
O grande amor da vida da princesa Carolina: Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Princesa Carolina, Stefano Casiraghi
Para além do glamour, do fausto e da vida milionária, Carolina do Mónaco não tem tido uma vida ausente de dor e de perdas. A maior foi a morte do marido, o empresário italiano Stefano Casiraghi, quando os três filhos, Andrea, Pierre e Charlotte, eram ainda muito pequenos. Foi em 1990, tinha ele apenas 30 anos, quando teve um grave acidente numa prova desportiva.

Não resistiu aos ferimentos e deixou Carolina completamente inconsolável. 

A tragédia deu-se à vista de quem seguia a prova de barcos de alta velocidade. Perante os olhos da própria princesa. Stefano Casiraghi seguia no seu barco de corrida a 180 km/h quando o barco virou e ele acabou por morrer. O copiloto Patrice Innocenti sobreviveu, mas não soube explicar o acidente: "Não sei o que fez o barco tombar", admitiu na altura. 

Além de se dedicar às competições náuticas, Casiraghi também era empreiteiro. Em 1984, fundou a empresa 'Engeco' que rapidamente se transformou numa das empresas mais importantes da indústria da construção no Mónaco. E ao que parece foi aí que terá entrado a máfia em ação. Ainda em vida, Stefano Casiraghi foi acusado de ter ligações com a organização, mas nada foi provado. Diz-se que a máfia entrou no mercado imobiliário para "lavagem de dinheiro", avança o suíço 'Schweizer Illustrierte'.

Entretanto, foi noticiado que o marido de Carolina afinal não foi vítima de um acidente, mas sim de um atentado levado a cabo pela 'máfia de Marselha'. Diz-se que Stefano Casiraghi atrapalhou a organização com sua construtora Engeco. Supostamente, tratava-se do controle de vagas de estacionamento subterrâneo no principado.

Giancarlo Miorin um amigo próximo de Stefano disse: "Estou convencido de que ele foi assassinado", pois parece que o empresário lhe terá falado das ameaças de morte de que estava a ser alvo. Segundo fontes do processo, após o resgate, o corpo de Casiraghi foi visto no porto "com uma espécie de turbante na cabeça". Há rumores de que esse turbante serviu para esconder o buraco de bala de um atirador.


 

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas