'
Saber mais sobre banco-espírito-santo
Adicionar Alerta
As zangas, as intrigas e as traições entre os primos Ricardo Salgado e Ricciardi que acabaram com o BES

As zangas, as intrigas e as traições entre os primos Ricardo Salgado e Ricciardi que acabaram com o BES

Diz o povo que se zangam as comadres e descobrem-se as verdades. Bem, no caso do "terramoto" que levou à queda do Banco Espírito Santo esse adágio popular assenta que nem uma luva. Dois primos divergem e entram em guerra. Um multimilionário amigo tira o tapete a Ricardo Salgado, denuncia-o apresentando provas de alegadas vigarices. Estava montado o caldo perfeito para implodir o BES. Ah, e o banco era efetivamente um queijo suíço cheio de buracos negros e mistérios de dinheiros desaparecidos por explicar. Muitos deles até hoje.