'
Beatriz Rubio / RE/MAX Portugal
Beatriz Rubio / RE/MAX Portugal Embaixadora FLASH!

Notícia

O poder do lado feminino

Aproveita a vida e sê quem queres ser.
14 de junho de 2021 às 08:45
...
Beatriz Rubio, CEO RE/MAX Portugal Foto: dr

Tudo na vida é uma questão de atitude. Esta é a palavra-chave que defino para mudar nossa vida para melhor e, até me atreveria a dizer, para nos transportar para lugares que nunca imaginamos.

É essa atitude que vai fazer com que te atrevas, tenhas a perspetiva de onde te encontras e vejas que é semprepossível um novo início, uma vez que cada início é uma nova oportunidade, e desta forma passes à ação. Não importa se tens uma formação académica ou não, a formação podem sempre adquiri-la. O que vai marcar a diferença é a decisão de querer mais para a tua vida, é a atitude, a determinação e a força para passar a ação.


E quais são os "truques" que eu utilizo para não paralisar frente ao medo?


Em primeiro, acredito firmemente que ser mulher não define ninguém, e que todas temos capacidades de lutar por aquele que é o nosso lugar. Depois aconselho a que analises a tua situação real, onde estás, onde gostarias de estar, e coloques objetivos realistas, para que os cumpras e possas estabelecer novas metas. Vê também onde tu és excelente. Conhece as tuas mais-valias, as tuas valências,e também as áreas onde podes melhorar.


Outra sugestão é trabalhar a auto-estima. Não existe maior encanto do que alguém que gosta de si mesmo, por isso, aceita-se como és. A autenticidade é o nosso maior triunfo.


Outro ponto é que todos nós temos tempo suficiente para fazer e conseguir todo aquilo com o que sonhamos, sendo que por vezes nos distraímos pelo caminho. Nunca te sentes preparado, e honestamente, se em metade do tempo ficas a pensar no quão difícil será, nem vais começar. Mas se uma vez inicias e terminas, ficas feliz por ter avançado e tentado.


Estar fora da nossa zona de conforto é importante, é realmente onde vais reconhecer a força que tens. E o ano de 2020 foi exemplo disso mesmo. Em todos os casos, dá-te mais tempo do que realmente precisas ou achas "normal", o objetivo nesta vida é viver mais profundamente do que rapidamente.


Qualquer coisa que não sejas tu próprio, onde estás fora do teu "eu", nunca será suficiente. Sê tu próprio. É certo que 99% dos nossos problemas estão na nossa cabeça, não são totalmente reais, com frequência estão relacionados com expetativas que criamos, ansiedades, e com o que pode ou não acontecer. Quando tiveres um problema, não o adies, resolve-o. Qualquer problema tem solução, mesmo que essa solução não seja aquela que mais gostamos, soluciona e liberta a mente para coisas novas.


Não existem limites para os nossos sonhos. Os limites somos nós que colocamos através dos nossos pensamentos, por vezes até redutores. Podes ser mulher e ter êxito (seja qual for a tua definição do sucesso) e não é por isso que serás uma má mãe ou esposa. Eu, por exemplo, defino-me como uma pessoa lutadora, determinada e com muita paixão pelo que faço, mas não sou muito diferente das outras mulheres, uma vez que acredito que muitas de nós temos estas caraterísticas tão próprias do nosso género.


A minha proposta é lutar sempre por nós, e não renunciar a nada pelo facto de ser mulher. Ainda que tenhas de trabalhar muito para o demostrar, até porque ainda vivemos num mundo muito masculino, se cada uma de nós consegue mudar a mente de outra mulher para que lute pelos seus direitos e igualdades, e acredite no seu potencial, passo a passo conseguiremos mudar o mundo.


Por último, às vezes perguntam-me se eu pudesse escolher entre ser homem ou mulher, o que escolheria, pelo que respondo sempre, sem a mínima dúvida: escolheria sempre ser mulher.
Não tenho dúvidas que somos o sexo mais forte.

Mais notícias de Embaixador FLASH!

A fama difama!, por Nelson Ferreira Pires

A fama difama!, por Nelson Ferreira Pires

Há alguns anos atrás, a fama tratava-se de uma apreciação ou reputação favorável, talentosa, gloriosa em que o talento ou engenho caracterizavam determinada pessoa. A sua condição tornava-a popular, célebre e notória. Mas a fama mudou de personalidade e agora não é necessariamente o talento que torna alguém famoso. Os meios tradicionais de comunicação e agora as redes sociais tornam famosos e conhecidos alguns, despertando em nós a vontade e o desejo de conhecermos o seu "lado anónimo", a "porta traseira" das suas casas, da sua família e "invadir" os seus quintais e as suas piscinas.
Em outubro, todas as cores são rosa

Em outubro, todas as cores são rosa

Apaziguámos os dias agitados e as paletas de cores unem-se num só tom para dar voz ao cancro da mama. Uma causa de todos. Das que lutam. Dos que partilham essa jornada. Das que contam segundos até à vitória e das que não vencem. Das amigas que têm medo. Das que precisam de mais cor do que um cenário negro para lhes lembrar que são muito mais do que o diagnóstico que receberam. Bem mais. E foi "Por elas" que quisemos agir. Pelas mulheres, pelas famílias e por todas as histórias que precisam de cor. Porque todos precisamos de cor. Muita cor.
Simpatia perpetua – as verdades que afinal não o são

Simpatia perpetua – as verdades que afinal não o são

Decerto que todos concordarão que conduzir em Portugal não é uma experiência tranquila, isenta de stress, especialmente nos grandes centros urbanos ou em locais de maior tráfego. Assistimos diariamente a uma transformação de muitos condutores em mercenários e praguejadores, com uma facilidade enorme, onde nem a presença de crianças serve de atenuante. E esta antipatia contagia-se, qual pandemia.
O recomeço

O recomeço

É com esperança que o setor encara o momento atual e embora sabendo que terá ainda pela frente 4 a 5 meses de inverno duros, temos dados positivos que indicam que poderemos em breve retomar o papel e importância na economia e no desenvolvimento do país. Como primeira nota e com os dados que temos ao momento, a situação pandémica aparenta estar controlada e o sucesso do processo de vacinação em Portugal terá dado o seu importante contributo para este resultado. A operação logística e a adesão dos portugueses ao processo foi exemplar, colocando-nos nos primeiros lugares do ranking mundial.
A importância da sustentabilidade social

A importância da sustentabilidade social

O tema da sustentabilidade tornou-se um dos assuntos mais debatidos nos últimos anos. Com um aumento da consciencialização sobre a necessidade de preservar o meio ambiente, o conceito de desenvolvimento sustentável evidenciou-se. Porém, e a meu modo de ver, existe um outro conceito que também ganhou particular espaço: o de sustentabilidade social, que pressupõe a melhoria da qualidade de vida das pessoas, tendo por objetivo a economia de recursos, diminuição das desigualdades sociais e ampliação dos direitos humanos, assim como erradicar a pobreza no mundo.