'
Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

O dia mau de Rodrigo Guedes de Carvalho

O que sobrou de útil da entrevista do jornalista da SIC à ministra da Saúde, Marta Temido, na SIC? Muito pouco, comparado com o ruído criado – e as centenas de insultos. E quando assim é, alguém fez mal o seu trabalho.
09 de maio de 2020 às 00:12
...
Rodrigo guedes de carvalho, jornalista, sic
1. A SIC convidou a ministra da Saúde para ir ao 'Jornal da Noite', no sábado, dar uma entrevista, conseguindo deste modo para a sua informação mais um bom exclusivo. Rodrigo Guedes de Carvalho recebeu-a em estúdio e decidiu vestir um fato de justiceiro, num tom agressivo, para enfrentar Marta Temido. Não gostei.

Para mim, não há perguntas difíceis ou fáceis. Há perguntas. E numa entrevista, sempre o defendi, podem (e devem) ser feitas todas elas, doa a quem doer. Mas o tom do jornalista, aliado um pouco a uma superioridade moral, e a sua impreparação até, em alguns momentos, mancharam o seu trabalho, aquele que podia ser, afinal, um bom momento de esclarecimento aos portugueses com alguém com responsabilidades no País. Não o foi.

Uma entrevista não é um campo de batalha, um jogo, onde no final se procura um vencedor entre entrevistador e entrevistado. Longe disso. Uma entrevista tem como objetivo principal informar e esclarecer. E o que sobrou de útil daquela conversa entre Rodrigo Guedes de Carvalho e Marta Temido? Saber que poderá celebrar-se o 13 de maio, em Fátima, como a CGTP o fez na Alameda, no Dia do Trabalhador? Muito pouco, comparado com o ruído criado – e lamentáveis centenas de insultos – nestes últimos dias sobre a prestação do jornalista. E quando assim é…

Se elogiei aqui Rodrigo Guedes de Carvalho há quatro semanas – aquela reprimenda aos portugueses por, logo no início do estado de emergência, terem ido (aos milhares) para a praia foi certeira –, agora tenho de dizer que a sua entrevista à ministra foi uma desilusão. Hoje, não, mas, daqui a uns anos, acredito que o jornalista da SIC reconhecerá sem problemas que teve um dia mau no sábado. 

2. A SIC alcançou mais um feito. Nos primeiros 126 dias de 2020 venceu 123, totalizando já 101 dias de vitórias consecutivas. A última vez que uma estação portuguesa conseguiu um tão longo período ininterrupto de dias consecutivos de liderança foi a própria SIC, há 20 anos. Muito bem, embora ainda longe da performance de Emídio Rangel, que chegou às largas centenas. Fica a pergunta para um milhão de dólares: quanto tempo irá durar este estado de graça junto dos espectadores?

Mais notícias de O Tal Canal

O futuro da TVI (também) passa pela união

O futuro da TVI (também) passa pela união

Cristina Ferreira anunciou uma série de novidades da estação para 2021 e acredita que é com elas que vai roubar a liderança das audiências à SIC. Para já, em Paço de Arcos não há uma reação. É natural, porque todos os cuidados são poucos… Afinal, um erro pode deitar tudo a perder.
Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Regressou à TVI, inventou um programa só para si, uma vez por semana, sem dia certo, gastou 300 mil euros e agora ‘Dia de Cristina’ chega ao fim em dezembro, após três meses de vida. Uma derrota em toda a linha para a apresentadora, diretora e acionista da estação.
A traição de Maria Cerqueira Gomes

A traição de Maria Cerqueira Gomes

A apresentadora fez um balanço da sua experiência em ‘Você na TV!’ e veio agora dizer que Manuel Luís Goucha nem sempre a ajudou, principalmente quando o colega estava "sem rumo" e "atiçado". Tudo escarrapachado na revista de Cristina Ferreira, diretora e acionista da TVI. Incrível!
Mais pancada em Teresa Guilherme

Mais pancada em Teresa Guilherme

Apresentadora do ‘Big Brother’ volta a ser atacada, e dentro da própria casa: a TVI. Até quando irá ficar em silêncio? Ou até quando irá fingir que está tudo bem?
O "eu" perde sempre

O "eu" perde sempre

Quando me perguntam como é que vai acabar esta guerra, eu respondo: “Se nada mudar na TVI, acaba com a equipa do ‘nós’ a vencer". Ou seja, a SIC.
Cristina Ferreira cedeu a Cláudio Ramos

Cristina Ferreira cedeu a Cláudio Ramos

A diretora da TVI defendia que o apresentador não tinha cabedal para o ‘Big Brother’ e trocou-o por Teresa Guilherme. Agora, com as audiências abaixo do esperado, decidiu juntar os dois. É a sua primeira derrota.

Mais Lidas

+ Lidas